EXTENDED DISC ®
GOSTARIA DE MAIS INFORMAÇÕES?

Por que Carl Jung é atual no mundo de hoje?

Atualmente vemos por trás de várias ferramentas de levantamento comportamental a teoria de Carl Jung.

Por que isto ocorre? Por que ele é tão atual e presente no mundo empresarial? Percebemos que dentro das teorias psicológicas existentes, Jung foi pioneiro e único em perceber e tentar organizar as formas de comportamento humano existentes. Para isto levou em consideração suas experiências lidando com o ser humano, e também pesquisou a mitologia grega.

Carl Jung, em função de sua necessidade de entender o ser humano, e por perceber que determinados comportamentos se repetiam formando agrupamentos de respostas idênticas do ser humano para com o meio ambiente, preocupou-se em relacionar os comportamentos em categorias, para tornar fácil a compreensão da maneira pela qual o ser humano expressava-se, e como se adaptava aos fatores externos.

Carl Jung foi o primeiro a sugerir que o comportamento humano não era aleatório, sendo na verdade previsível e classificável. Jung via que as diferenças de comportamento resultam das preferências individuais na utilização das diversas funções e atitudes mentais básicas. Estas preferências emergem cedo na vida, constituindo o alicerce da personalidade. Segundo Jung, tais preferências se tornam o centro de muitas de nossas atrações e repulsas por pessoas, tarefas e eventos durante toda uma vida.

A teoria Junguiana não pretendia rotular ninguém, nem criar estereótipos com relação às pessoas. Ele apenas buscou criar formas para que o indivíduo se conheça e se desenvolva através de uma melhor compreensão de si mesmo.

Ele criou os conceitos de extroversão e introversão atrelados às quatro funções psíquicas (Pensamento, Sentimento, Intuição, Sensação) para que o ser humano os utilizassem como parâmetro, assim como a bússola utiliza os quatro pontos cardeais. Elas auxiliam o ser humano a ter um guia de conhecimento dos seus pontos fortes / funções mais desenvolvidas e pontos a desenvolver/funções menos desenvolvidas, obtendo com isto um maior autoconhecimento e um melhor direcionamento da vida.

Outras teorias comportamentais foram, com o passar dos anos, agregadas à teoria Junguiana, mas ela sempre dão o parâmetro básico, tornando-se o alicerce para a construção de modelos do comportamento humano.

A Extended DISC, na construção de suas ferramentas de tendências comportamentais, utilizou a base teórica de Carl Jung agregada aos conceitos de William Mouton Marston. Marston foi o responsável pelo desenvolvimento de uma linguagem mais organizacional e de fácil compreensão a partir da teoria de Jung, criando as denominações: Dominância, Influência, eStabilidade e Conformidade (DISC).

Em decorrência da escassez de tempo, o mundo empresarial procura, cada vez mais, ferramentas que em um tempo curto consigam definir com precisão e qualidade, os perfis de tendências comportamentais do indivíduo, de forma confiável. A teoria Junguiana tem auxiliado muito nesta construção de perfis de tendências comportamentais.